terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Peregrinos passam o Réveillon na Luz da Manhã


Conforme tem acontecido nos últimos anos o Presidente da Associação Brasileira dos Amigos do Caminho da Luz – ABRALUZ, Albino Neves recebeu os peregrinos, ou melhor as peregrinas que percorriam o Caminho da Luz, o 
Caminho do Brasil na caminhada coletiva promovida pela Operadora de Turismo Rastro de Luz, organizada pelo seu diretor Vitor Hugo no dia 31 de dezembro, para a passagem de ano.
Ates da ceia Cátia Santiago, Mestre de Cerimônia da Ordem dos 
Cavaleiros Templários fez a Oração de agradecimento e todos de mãos dadas rezam a Oração do Pai Nosso.
A recepção aconteceu na Chácara Luz da Manhã, onde também aconteceu a ceia e um ritual de queimada onde todos os presentes puderam escrever em um papel tudo o que desejavam que fossem queimados e que não os acompanhassem para o ano de 2017.

A queimada é um rito que vem da Idade Média e que na ocasião tinha como simbolismo “espantar os maus espíritos”.
Durante a queimada o presidente alertou que
“toda e qualquer mudança na vida do homem encontra-se dentro de si mesmo” e que tudo que o homem necessita para fazer desabrochar a luz dentro de si é “matar o velho homem, que é simbolizado pelo ego”. 

Após a ceia aconteceu o estouro do champanha, saudando a chegada do novo ano quando todos brindaram e se confraternizaram.

Limpeza do Caminho da Luz uma tarefa executada pela ABRALUZ



Muita gente desconhece que manter um Caminho de peregrinação em condições de uso, é uma tarefa de assistência constante.
A ABRALUZ – Associação Brasileira dos Amigos do Caminho da Luz, além de trabalhar para manter a sinalização em bom estado de indicação, guias impressos, credenciais, camisas, cajados, fichas de inscrição, certificados, site sempre no ar, atualizado, com o máximo de informações para melhor informar aos peregrinos a pé, bike e/ou a cavalo, mantém o caminho limpo e transitável.
A ABRALUZ não está só nesta tarefa, ela conta com o apoio das comunidades e seus moradores sempre prontos a orientar os peregrinos em caso de necessidade e sempre prontos a apoiá-los.

O Caminho é de todos e, portanto, o sucesso também é de todos!





quarta-feira, 27 de julho de 2016

Coletiva Oficial do Caminho da Luz, o Caminho do Brasil teve a participação de peregrinos de vários Estados do Brasil e também um francês e um espanhol


Realizada no período de 17 a 24 de julho a caminhada Coletiva Oficial do Caminho da Luz, o Caminho do Brasil teve a participação de peregrinos de nove Estados do Brasil além de um francês e um espanhol.
Os peregrinos foram recebidos no Hotel Serpa, em Tombos, onde concluíram suas inscrições e, os que optaram por hospedagem particulares, fizeram suas reservas
através da Operadora de Turismo Rastro de Luz que opera ao longo da rota de peregrinação.
No dia 17 os participantes fizeram uma caminhada até a cachoeira do Grilo, acompanhados por Albino Neves, presidente da ABRALUZ – Associação Brasileira dos Amigos do Caminho da Luz que saudou a todos e também falou um pouco sobre a história do Caminho e sobre
o peregrinar, lembrando que aquele que se deixa levar pelo caminho acaba por descobrir Deus na natureza e nas pessoas. “O caminho verdadeiro tem apenas 30 centímetros, liga a mente ao coração e apesar de ser o menor de todos em termos de distância é o mais difícil de ser percorrido, tendo em vista que este é o caminho que leva ao homem a descobrir quem ele é,
porque ele veio a esta terra, para que ele veio e para onde ele vai” destacou o presidente.
Após o bate papo com o presidente todo rumaram para a Igreja de São Sebastião onde aconteceu uma Missa em homenagem aos peregrinos. A Missa foi celebrada pelo pároco de Tombos, Padre Elias e concelebrada pelo Padre Márcio Almeida do Prado, Pároco de Goiana, que também era um dos peregrinos.
Na base da cachoeira de Tombos os caminhantes da luz tomaram no dia 18 o primeiro café da manhã comunitário, o qual foi servido pela AMART – Associação das Mulheres Trabalhadoras Rurais de Tombos, contratadas pela ABRALUZ para aquele fim e para servirem o lanche ao longo da rota de peregrinação. 
Depois de passarem pela Gruta da Pedra Santa, um dos lugares sagrados da rota de peregrinação, os peregrinos chegaram à Catuné, local do primeiro pernoite, sendo recepcionados por uma equipe da AMALUZ – Catuné.
Em Catuné os que dormiram coletivamente pernoitaram na Escola Estadual Antônia Martins de Barros, gentilmente cedida pela direção com
autorização da Superintendência Regional de Ensino através de Fátima Oliveira. Também ali foram servidos o jantar e o café da manhã pelo Clube da Terceira Idade local e pela equipe da AMALUZ. Naquele local, Wanderson Braz da equipe de apoio da ABRALUZ, que contou com a presença de Rodrigo, Evaldo Domique e Cátia Santiago realizou uma apresentação de causos e piadas levantando o aplauso de todos os presentes.
O destino do segundo dia foi a cidade Pedra Dourada, passando por Água Santa outro lugar considerado sagrado.
Em Pedra Dourada os que dormiram coletivamente pernoitaram na Pensão Albergue de Dona Ana, a qual  foi contratada pela
ABRALUZ e fechada para receber os peregrinos.
O jantar e café da manhã coletivo aconteceu no Restaurante Picanha Dourada onde à noite aconteceu um show de MPB e músicas internacionais.
No dia seguinte (20), os peregrinos rumaram para Faria Lemos, antes, porém, foram recebidos na casa de Vanderli e Ercilene Fava onde provaram a famosa “rapa de angu frita”.
No trajeto se maravilharam com a águas que descem do Cafarnaum e com a cachoeira do Duduta.
Em Faria Lemos, os peregrinos pernoitaram na Escola Estadual São Mateus onde jantaram e tomaram o café da manhã.

O destino do dia 21 foi Carangola onde pernoitaram no Campus da UEMG – Carangola, gentilmente cedido pelo Diretor da unidade Professor Braz Cosenza.
Ao longo da rota passaram por cachoeiras e cordilheiras sendo que muitos fizeram uma visita à Cachaça 1000 Montes, medalha de prata no concurso mundial de Bruxelas. Na cachaçaria os peregrinos receberam
uma aula sobre o fabrico e produção da cachaça premiada.
O Jantar e café da manhã coletivo aconteceram no Restaurante Jurandai’s.
Ainda em Carangola muitos peregrinos conheceram o Santuário de Santa Luzia e á noite foram conhecer o Complexo Templário do Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João
Batista composto de três obras em estilo Medieval, onde participaram de uma Missa na Ermida de Santa Maria celebrada Padre e peregrino Márcio Almeida do Prado, Pároco de Goiana, que contou com a presença de cavaleiros e Damas Templários.
A celebração contou com a participação na leitura do Gran Prior, de Maria Aparecida Maia
Dourado e do casal André Luiz Fontes Bessa e Marta Rodrigues Brito.
A Missa teve um forte conteúdo espiritual e ao final dos trabalhos litúrgicos o Gran Prior Albino Neves agradeceu ao Padre Márcio e lembrou que “não é o hábito que faz o sacerdote, mas o sacerdote que faz o hábito com suas ações e dedicação a Deus e a vida religiosa” e destacou que a profundidade das reflexões apresentadas pelo Padre “tocou o coração de todos”.
No dia 22, os caminhantes peregrinos rumaram para Espera Feliz, passando antes por Caiana. Este trajeto é considerado um dos mais belos da rota de peregrinação, pois passa pelo caminho de Ernestina onde durante algumas horas os
peregrinos percorrem um trajeto de belas matas, paredes adornadas por samambaias, bromélias e avencas e também minas de água e de cristais e o famoso túnel de pedra.
Em Espera Feliz os peregrinos pernoitaram no Seminário cedido pelo Padre Santana e a secretária Andréia sendo recebidos por Alvino.
O último jantar coletivo aconteceu 
no Restaurante Brasinha onde foram recebidos por Valter e sua família sendo o café da manhã servido no dia 23 no Hotel Pico da Bandeira.
O sexto dia de peregrinação levou os peregrinos até Alto Caparaó, antes, porém, passaram pela Galileia onde a família de Claret e Luciana serviram um fausto lanche em sua propriedade. Neste dia, os peregrinos caminharam tendo ao
seu lado esquerdo o rio e ao lado direito a cordilheira do Caparaó.
Em Alto Caparaó os peregrinos pernoitaram na Escola Estadual Coronel Américo Vespúcio de Carvalho sendo o jantar e café da manhã servidos por Elcy, no Restaurante Mineiro.
Os peregrinos foram recepcionados pela comunidade de Alto Caparaó, na Igreja Matriz de Nossa Senhora
da Conceição que ofertou para eles a Oração de São Francisco de Assis cantada. Lá o Padre e peregrino Márcio Almeida do Prado, Pároco de Goiana celebrou uma Missa de gratidão pela peregrinação.
Como acontece todos os anos ao término da peregrinação oficial foi
realizada a cerimônia da lavagem das mãos simbolizando o deixar para traz tudo que o peregrino não quer levar de volta para sua casa e 
sua vida.
O Cavaleiro Templário Wanderson Braz foi designado pelo Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista para participar do acontecimento secando as mãos dos peregrinos e da comunidade.
Cinco peregrinos deram depoimentos emocionados durante a Missa falando sobre suas
peregrinações pelo Caminho da Luz e logo a seguir deu-se início à lavagem das mãos.
Na oportunidade o presidente Albino Neves agradeceu a participação de todos, a comunidade de Alto Caparaó e todos aqueles que acolheram os peregrinos ao longo da rota de peregrinação, ao Luiz “Peixeiro” que transportou todos os dias em um caminhão baú fechado
A face do Cristo 
as mochilas e pertences dos peregrinos de um local de pernoite para outro e fez um agradecimento especial ao Padre Márcio pelo carinho que teve com todos e pelo seu exemplo de amor ao próximo e de espiritualidade.
No dia 24 os peregrinos subiram o Pico da Bandeira (2.892m), a Montanha Sagrada do Brasil para agradecerem tudo que receberam ao longo do Caminho.
A bênção acompanhou os peregrinos durante todo o percurso, nos seis primeiros dias de peregrinação o tempo ficou nublado e no sétimo dia o sol se abriu para mostrar a todos as belezas do cume do Pico da Bandeira.
Ao retornarem do Pico da Bandeira, os peregrinos embarcaram em um ônibus da viação Novo Horizonte, fretado pela

ABRALUZ para leva-los para Carangola de onde embarcaram para suas cidades.
A Coletiva Oficial do Caminho da Luz, o Caminho do Brasil, acontece todos os anos com início no terceiro domingo de julho, data comemorativa do lançamento oficial da rota de peregrinação.
Ao todo os peregrinos percorreram cerca de 200 km em sete dias levando consigo a certeza de que vale apena acreditar em um mundo melhor.

Flash da peregrinação 1º dia





































Flash da peregrinação 2º dia



















Flash da peregrinação 3º dia
















Flash da peregrinação 4º dia




















                                     Flash da peregrinação 5º dia



























Flash da peregrinação 6º dia


































Flash da peregrinação 7º dia

Envie sua foto do Pico -